COLÔMBIA, viagem

Cartagena e San Andrés com bebê

Já fazia algum tempo que queria conhecer Cartagena… Sempre olhava as propagandas de lá no Discovery e ficava babando nas imagens das ruas estreitas, prédios históricos e todo o charme que a cidade tinha! E em agosto de 2017, logo quando havíamos voltado de Miami e Orlando, recebo um aviso no meu celular do aplicativo “Passagens Imperdíveis” com uma promoção quase imperdível: passagem em classe executiva para Cartagena a preço de econômica, podendo viajar até fevereiro de 2018. Sem pensar muito e ainda sem desfazer direito as malas da última viagem, comprei as passagens e matei três coelhos com uma tacada só: conhecer Cartagena, que já queria há bastante tempo; viajar pela primeira vez em classe executiva e viajar pela última vez com o Marquinho como bebê, antes dos dois anos de idade. Para quem não sabe, até os dois anos de idade o bebê não paga passagem aérea, apenas as taxas, porém não tem direito a assento, deve viajar no colo do pai/mãe. Então juntamos a mala, cuia e a família e fomos à Colômbia!

Nosso Roteiro

Depois que comprei as passagens, para ficar 8 dias em Cartagena, comecei a pesquisar sobre a cidade e, conversando com alguns amigos que já tinham ido para lá, percebi que 8 dias talvez fosse um pouco demais para Cartagena. Então comecei a pesquisar alguns cruzeiros pelo Caribe saindo de Cartagena, porém,  além dos preços bem salgados, nenhum fechava com as datas que íamos ficar por lá. Aí nos passaram a dica de ir de lá até San Andrés, que havia voo direto desde Cartagena e que quem já tinha ido tinha dito que era o mar mais lindo que já tinham visto! Aí pesquisei passagens de Cartagena até lá usando o aplicativo Kayak, que consegue encontrar o voo mais barato para o local e data que tu orientar, e encontrei um preço excelente para ir a San Andrés desde Cartagena com a empresa Viva Colombia, que é uma empresa colombiana de baixo custo.

Assim nosso itinerário ficou da seguinte forma:

  • Chegaríamos dia 17 de janeiro de 2018 em Cartagena e ficaríamos até o dia 19.
  • Dia 19 iríamos para San Andrés ficando lá até o dia 23 de janeiro.
  • Dia 23 de Janeiro voltaríamos para Cartagena ficando ali até o dia 24.
  • Dia 24 retornaríamos para o Brasil.

Como sempre, planejei bem a viagem e fiz um roteiro que facilita bastante para aproveitar e otimizar o máximo nosso tempo por lá. O roteiro está disponível aqui para quem quiser ter uma ideia do planejamento, mas obviamente, sempre cortamos e inserimos algumas coisas de acordo como tudo vai andando, e vou detalhar tudo bem certinho aqui no Blog. Nesse post vou colocar um roteiro geral dos pontos que visitamos nas duas cidades e mais pra frente faço um post bem detalhado para cada uma delas, pois vale a pena!!!

Importante saber antes de ir

Como a Colômbia faz parte do Mercosul, não é necessário nem visto e nem mesmo passaporte para entrar lá. Apenas o RG é necessário para entrar. Também exigem a vacina da Febre Amarela. Como estávamos em um período de risco, não estavam deixando nem embarcar se não estivesse com o Certificado Internacional de Vacinação, feita pela ANVISA!

Voando em classe executiva pela Avianca

Nosso voo saía às 09:30 da manhã de Guarulhos. Chegamos no aeroporto em torno das 06:00h da manhã e ficamos na sala VIP para aproveitar o tempo. Como nosso voo era no Terminal 2 e a sala VIP da Star Alliance, da qual a AVIANCA faz parte, fica no Terminal 3, a Avianca usa a sala VIP da Gol para os passageiros que estão no Terminal 2. Como tinha dito antes, nunca havia viajado de executiva, e achei o máximo poder ficar na sala VIP. Achei a sala da Gol super boa, tinham várias opções de comida e bebida (e sim, é tudo liberado), apenas senti falta de um espaço kids. Para quem está com bebê ou criança, ter um espaço tranquilo para ficar antes do voo é excelente!

Nosso voo fazia escala em Bogotá e depois de lá pegávamos outro voo para Cartagena. Tanto no voo de ida ou de volta para Bogotá fomos em um Airbus A330 e foi o melhor espaço entre todos os trechos que achei para viajar em classe executiva. São 30 assentos na executiva e a poltrona é aquela que reclina completamente, virando cama. O espaço para as pernas é ótimo, dava até para o Marquinho ficar sentadinho ali brincando, e a tela da tv era enorme! Ah, e tem uma opção de botãozinho que tu aperta e faz massagem na lombar! Adorei hehehehe.

O serviço de bordo do trecho Guarulhos-Bogotá e Bogotá-Guarulhos era bom, mas confesso que esperava que seria melhor. Aqui embaixo tem uma fotinho do Menu do vôo de ida.

Quando você entra no avião eles já te oferecem uma bebida (espumante só ofereceram no voo de volta, nos outros foi só vinho, mas eram vinhos muito bons!). Os passageiros recebem um edredon e um travesseiro, de ótima qualidade e tamanho, além de uma necessaire bem fofinha, da marca Tumi, que era bem completinha (tinha até um hidratante da Loccitane!).

Chegamos em Bogotá em torno de 12:30 e o nosso voo para Cartagena era as 14:30. Como a sala VIP da Avianca do aeroporto em Bogotá ficava longe do nosso portão de embarque, preferimos nem ir lá com medo de atrasarmos para o voo. O avião para Cartagena era um Boeing 787. O layout deste B787 da Avianca é 1-2-1 em espinha de peixe, o que significa que todos os passageiros tem acesso ao corredor independente do lugar que sentarem. Os assentos do meio, embora sejam de dois, não favorecem muito a comunicação entre os passageiros. Se eu fosse escolher novamente um assento nessa configuração, pegaria um assento na janela e outro no corredor ao lado. O assento é moderno e confortável  e o que achei mais legal é que fornece bastante privacidade, o que pra quem viaja sozinho é ideal. Quando reclinada a poltrona vira uma cama, mas como o voo era curto, nem cheguei a usar nessa configuração.

O voo de volta de Cartagena para Bogotá era em um Airbus A320 e achei que foi o avião mais simples dentre todos os trechos que viajamos. A tela da tv era menor e a poltrona não era tão confortável como as outras, mas o espaço ainda era bom. O que achei realmente decepcionante nos trechos nacionais foi o serviço de bordo. O voo para Bogotá-Cartagena e Cartagena-Bogotá dura em torno de uma hora e eles só servem bebida. Não tinha nenhum snack para acompanhar. Em se tratando de classe executiva, para voo nacional, não vi muita vantagem não.

Bom, nem preciso comentar de como achei bom viajar com criança em classe executiva. Nos outros voos internacionais que haviamos feito com o Marquinho viajamos apertados, não tinha muito espaço para ele brincar e descansar e ficávamos o voo inteiro em função dele. No voo de ida para Bogotá ele estava tão confortável que dormiu praticamente a viagem toda! Quem viaja com criança sabe o quanto isso é maravilhoso!!!

IMG_5407Em compensação na volta ele veio aceso a viagem inteira!!! Mas faz parte de quem viaja com bebê né?

DBOV4519
Super aceso no voo de volta!

No retorno, conseguimos ir para a sala VIP da Avianca, tanto em Cartagena quanto em Bogotá e achei excelente. Tinha vários lanchinhos, buffet de salada e frios, sopas, sobremesas e tudo quanto opções de bebidas! Achei muito boa!

IMG_5575.JPG
Sala VIP da Avianca em Cartagena

Onde se hospedar em Cartagena

A zona turística de Cartagena se concentra principalmente na Ciudad Amurallada, onde tem a parte histórica e os principais pontos turísticos, além do bairro Bocagrande, onde tem as praias urbanas de Cartagena, sendo essas as duas principais áreas na cidade para se hospedar. Ficamos hospedados nos primeiros dias em Cartagena no Hampton by Hilton em Bocagrande. Optamos por nos hospedar em Bocagrande por ser um bairro mais moderno e com mais opções de hotéis melhores e com um preço melhor que na Ciudad Amurallada. Como estávamos com o bebê, achei que o custo-benefício estava melhor para se hospedar em Bocagrande. O Hampton era um hotel bom, bem localizado e com um atendimento impecável.

Reservei o Hampton e outros hotéis que nos hospedamos na Colômbia com a Alternativa Experience. A Alternativa é uma agência de turismo de um amigo nosso, o Denys, que mora em Americana, SP. Antes de fechar hotel em qualquer outro lugar eu sempre pesquiso com ele, pois ele sempre acaba conseguindo preços melhores pra mim (melhores até que booking, expedia, etc.). Primeiro eu faço a busca dos lugares que eu gostaria de me hospedar, já vejo os preços que eu conseguiria e entro em contato com o Denys para ver o que ele consegue pra mim de preço nesses hotéis. As últimas viagens que fizemos (New York, Gramado, Miami e Orlando) fechei os hotéis todos com ele.

Quando voltamos de San Andres também ficamos hospedados em Bocagrande, mas dessa vez no Intercontinental Cartagena. O hotel é 5 estrelas e realmente é fantástico. O café da manhã é excelente e a vista é incrível, principalmente no terraço da piscina!

O que fazer em Cartagena

O forte de Cartagena é a parte histórica!!! Embora a cidade esteja banhada pelo mar do caribe, a cor da água ali na cidade não é aquele azulzinho que a gente espera do Mar caribeño. Esta cidade, Patrimônio Histórico da Humanidade, foi fundada no ano de 1533 por Pedro de Heredia e ainda conserva a arquitetura colonial de suas construções e o conjunto de fortificações mais completo da América do Sul.

DSCN2862
Castillo San Felipe de Barajas, Cartagena

O centro histórico, cercado pelas muralhas de Cartagena é a alma desta cidade. Os 11 quilômetros de muralhas foram erguidas na cidade pelos espanhóis, para proteger contra ataques piratas. Confesso que sofremos um pouco com a questão de acessibilidade com o carrinho de bebê. Mas até em cima das muralhas conseguimos andar com carrinho!

DSCN2832
Muralhas da Ciudad Amurallada, Cartagena

O gostoso da Ciudad Amurallada é se perder por aquelas ruazinhas charmosas e cheias de cores e vida! O legal é conhecer ela de dia e de noite, pois tem atmosferas completamente diferentes!!!

DSCN2797DSCN2806Para chegar na Ciudad Amurallada de Bocagrande o táxi custa cerca de 7.000 pesos colombianos (em torno de oito reais). Esse foi um dos motivos que optamos por ficar em Bocagrande, pois é muito barato e fácil se deslocar em Cartagena (embora o trânsito seja uma loucura).

Pontos interessantes para ver na ciudad Amurallada:

  • Pôr do sol no Café del Mar: é um café que fica bem em cima das muralhas e tem uma vista fantástica! O café abre as 5 p.m., mas pelas 16h o pessoal já começa chegar para pegar um lugar bom para ver o pôr do sol. O sol se põe exatamente as 18h! E é super super rápido!!!
DCIM101GOPROG1751933.JPG
Café del Mar, Cartagena
  • Torre del Reloj: é a entrada principal da Ciudad Amurallada, e logo após a entrada tem a Plaza de los Coches, onde iniciam os passeios de carruagem (fizemos um a noite e foi super legal, pois percorremos a cidade toda, tivemos uma noção de localização de tudo e ainda eles vão explicando cada local que a gente vai passando). Ali também tem o Portal de los Dulces, onde é possível comprar doces típicos.
  • Plaza e Igreja San Pedro Claver e Plaza de la aduana: desse ponto que saem os passeios “free walking’’ percorrendo toda a Ciudad Amurallada.
DSCN2804.JPG
Plaza San Pedro Claver
  • Plaza Bolívar – onde tem o Museo do Oro e Palacio de la Inquisición.
DCIM100GOPROG0360519.JPG
Palacio de la Inquisición
  • Na Plaza Bolívar também tem um café Juan Valdez (tem inúmeros dele ao longo da cidade) – ótimo para tomar e comprar café! O frapuccino deles, naquele calor de 35 graus, é imperdível!
  • Catedral Santa Catalina: Catedral lindíssima próximo da Plaza Bolívar
DSCN2798
Torre da Catedral Santa Catalina
  • Plaza Santo Domingo: onde tem a estátua da gorda e vários bares e restaurantes – ótimo para ir à noite (só tem que ter paciência para aguentar os vários ambulantes que vão oferecer pérolas, esmeraldas, música, produtos típicos, enfim).
  • Teatro Heredia: lindo teatro próximo à Muralha.
DCIM100GOPROG0560580.JPG
Teatro Heredia
  • Las Bovedas: local onde há uma feirinha de artesanato, ótimo para comprar as lembrancinhas de viagem!
DSCN2837
Las Bovedas

Fora da Ciudad Amurallada tem o Castillo San Felipe de Barajas. O castelo é lindíssimo, embora não muito acessível para ir com carrinho de bebê. Sua construção teve início em 1536, sendo finalizada em 1657. A vista de lá é maravilhosa!

Para quem quer ter um gostinho do Mar do Caribe em  Cartagena, deve fazer um passeio até as Islas del Rosario. As islas na verdade formam um arquipélago (28 ilhas no total) que faz parte do Parque Nacional Natural Corales del Rosario y de San Bernardo. No arquipélago é possível visitar praias públicas e privadas. A mais famosa delas (e acredito que a mais bonita também) é a Playa Blanca, na Isla Baru. Nós optamos por não ir a Playa Blanca, pois vimos muitos comentários que a praia tinha pouca estrutura, que tinha muita gente e muitos, muitos ambulantes e, como estávamos com bebê, achamos melhor ir para uma praia privada. Fomos até a Isla del Encanto, que também faz parte da Isla Baru, onde tem um resort que você pode pagar por um day-use.

DCIM100GOPROGOPR0444.JPG
Isla del Encanto, Cartagena

Optei pela Isla del encanto, pois era uma das Ilhas particulares que ia também até o oceanário, que era um lugar que eu queria muito ir por causa do Marquinho. A isla é muito bonita e tem bastante estrutura para relaxar e passar o dia. Logo que chega na Ilha tem uma piscina, bar e várias cadeiras, espreguiçadeiras e guardas-sóis disponíveis para os visitantes.

DCIM100GOPROGOPR0440.JPG
Isla del Encanto, Cartagena

Para chegar na Isla del encanto, tem que ir com uma lancha rápida operada pelo próprio resort. O trajeto foi super tranquilo e o Marquinho adorou!!!

DCIM100GOPROG0020163.JPG
Lancha para a Isla del Encanto

De lá pegamos uma outra lancha para ir até o oceanário. O oceanário é fantástico. Lá os peixes estão em tanques dentro do mar, e é possível ver várias atrações, como o show dos golfinhos e de tubarões. Para quem está com crianças vale muito a pena ir!

No dia que fizemos o passeio estava passando uma corrente fria pela costa e que estava influenciando na cor do mar, que não estava aquele azulzinho lindo. Mas mesmo assim achei muito bonito.

nnlp1222.jpg
Mar na Isla del Encanto

Para quem vai a San Andrés, vale a pena fazer esses passeios para a Isla del Rosario antes de ir a San Andrés, porque em San Andres as praias são incrivelmente espetaculares!!!

Viajando com a Viva Colombia para San Andrés

Comprei a passagem de Cartagena para San Andrés diretamente no site da companhia. Tem que ficar ligado na hora da compra, pois eles vão tentar lhe empurrar vários serviços extras, que talvez você não precise. Não confirme sua compra antes de ler as especificações de todos os serviços contratados. O check-in deve ser feito pela internet, e você também deve levar o seu cartão de embarque impresso. Caso não faça isso, terá que pagar uma taxa extra de COP 25.000 (cerca de 30R$). Se quiser contratar o serviço de check-in no aeroporto, no ato da compra da passagem, ele sai por COP 5.000. Então não esqueça de fazer o check-in e levar o cartão de embarque antes!!! Nós imprimimos os cartões de embarque nos hotéis, que gentilmente e sem cobrar nada nos forneceram o serviço.

Para quem vai voar com a Viva Colombia, é preciso ter um pouco de atenção com a bagagem. Somente um artigo pessoal de até seis quilos é gratuito, os demais serão considerados excedentes e, portanto, cobrados. Na hora da compra da passagem eu optei por comprar duas franquias de bagagem, pois assim viajaria tranquila! Também na hora da compra é possível pagar para reservar os assentos. Eu optei por pagar, pois era bem pouco o valor e porque queria que sentássemos juntos e queria uma janela, pois todos relatavam que era incrível ver a Ilha pela janela do avião.

IMG_5541
Valeu a pena pagar o assento para ter essa visão né?

O espaço entre os bancos realmente é muito, muito pequeno. Não consigo me lembrar de nenhuma cia aérea que tenha um espaço tão pequeno como o desse avião da Viva Colombia. Também não tem serviço de bordo, eles vendem alguns snacks e bebidas, mas, para um voo de 1 hora por um preço bem acessível, ta valendo!

IMG_5471
Igual sardinha enlatada no avião da Viva Colômbia!

Onde se hospedar em San Andrés

Em San Andrés, mesmo os melhores hotéis tem problemas. A ilha é bastante simples, já vi pessoas chamarem de “caribe pop”, e tem vários problemas de infraestrutura, inclusive nos hotéis. Ficamos hospedados no Hotel GHL Sunrise. O hotel é bastante antigo, daqueles que deve ter sido um ótimo hotel lá no início dos anos 90, mas que está precisando dar uma repaginada. Inclusive tivemos alguns problemas no nosso quarto, mas assim que fiz a solicitação para mudar, eles mudaram imediatamente. Os quartos eram super grandes, mas com mobiliário bem antigo e ultrapassado, mas a estrutura em comum era ótima.

O mais fascinante que eu achei foi a piscina, que ficava em uma plataforma do hotel (como se fosse um deck), dentro do mar!!! Inclusive os próprios passeios para as ilhas nos pegavam ali, direto no hotel pelo mar!

O hotel trabalha em regime de meia pensão, em que está incluso o café da manhã e é possível optar entre almoço e janta. Achei de forma geral todas as refeições super boas e com bastante opções. Embora tenhamos tido alguns problemas com o quarto, de forma geral achei bom, com boa estrutura, super bem localizado e voltaria a me hospedar ali, com certeza.

O que fazer em San Andrés

San Andrés é uma autêntica ilha caribenha. É famosa pelo seu mar de sete cores e, apesar de parecer apenas uma frase de efeito, é mesmo um lugar com diversos tons no mar. Variações de verde e azul brindam os visitantes antes mesmo de chegarem em terra firme. Eu fiquei simplesmente encantada com aquele mar. Nunca, realmente nunca tinha visto um mar tão bonito!

DCIM101GOPROG1101183.JPG
Mar de las siete colores – San Andrés

Os principais atrativos são as praias e a beleza natural desse lugar. Então, é fácil dizer que a maioria dos passeios envolve os tons de azul do Caribe. A praia mais popular é a Spratt Bight, podendo ir a pé da grande maioria dos hotéis que ficam ali perto e é maravilhosa!!!

DCIM101GOPROG1261450.JPG
Praia de Spratt Bight, San Andrés

Alugar um carrinho de golfe é a melhor maneira para circular e aproveitar para conhecer devagar os lindos locais.

DCIM101GOPROG1121199.JPG
Percorrendo a Ilha de carrinho de Golf

Alguns pontos imperdíveis para parar ao percorrer a Ilha:

  • La Piscinita: piscina natural com peixes, estrutura com mesas, cadeiras e lanchonete – infelizmente quando fomos estava fechada!
  • West View: uma estrutura com piscina natural de peixes, tobogã e trampolim, cadeiras e restaurante – não deixe de pular do trampolim, é simplesmente fantástico.
DCIM101GOPROGOPR1273.JPG
West View, San Andrés
  • Ojo Soprador: local curioso onde há um buraco na pedra que solta um “sopro” bem forte de acordo com a maré e a força das ondas.

NREG2091.JPG
Ojo Soprador, San Andrés
  • Rocky Cay: praia linda, com vários restaurantes, onde é possível chegar a pé até uma ilhazinha e onde tem um navio naufragado.

SGSQ7727.JPG
Rock Cay, San Andrés

Agora um passeio realmente imperdível em San Andrés é para El acuario. O El acuario é uma ilha próxima de San Andrés, que é um imenso aquário natural, cheio de piscinas formadas pelos bancos de corais, onde nadam livremente peixes de várias espécies.

Dali é possível ir a pé, com água até no máximo no peito, até outra Ilha, a Haynes Cay, que acabamos não indo por falta de tempo e também por receio de atravessar com o Marquinho.

DCIM100GOPROG0931053.JPG
Lá no fundo o pessoal indo a pé para a outra Ilha, Haynes Cay

Outra Ilha que é fantástica é Jonhy Cay, mas infelizmente não conseguimos ir pois, pelas condições do tempo, em nenhum dia que estávamos lá os passeios para a Ilha foram liberados. Minha dica é, assim que chegar em San Andrés, priorize ir para Jonhy Cay se estiver aberto, assim que tenha oportunidade! Já soube de pessoas que chegaram lá e a Ilha estava aberta, mas deixaram para ir outro dia e não abriu mais.

Outro atrativo em San Andrés são as compras. A ilha é livre de impostos, então tem dezenas de lojinhas espalhadas pela parte central onde é possível se perder em compras todas as noites!!! Mas vale muito a pena! E se encontra muitos produtos diferentes, que não encontro nos duty frees do Uruguay, por exemplo.

Um passeio super diferente que fizemos, e que não havia encontrado como dica em lugar nenhum, foi em um semi-submarino, que na verdade é um barco com fundo transparente em que é possível ver o fundo do mar. Como não fizemos mergulho em profundidade, foi uma oportunidade da família toda curtir o fundo do mar! O Marquinho amou!!!

O que esperar de Cartagena e San Andrés

Algo que é muito importante antes de ir a Cartagena e San Andrés é saber criar as expectativas certas sobre os dois locais. Para viajar com crianças, as duas cidades tem pouca estrutura no sentido de trocadores e acessibilidade para andar com carrinho de bebê. Em contrapartida, são cidades com inúmeros atrativos para ir em família!!! Até mesmo os passeios de barco, que tinha visto o relato de algumas mães que desistiram de fazer por receio de levar o bebê, eu achei bem tranquilo, seguro e o Marquinho amou!

É importante ter consciência que em Cartagena o mar do Caribe não é aquilo tudo, porém a parte histórica e o pôr de sol realmente é de outro mundo e que, culturalmente, os ambulantes e pessoas te oferecendo coisas por onde quer que vá pode ser um pouco cansativo demais para alguns.

Já San Andrés, apesar de ser uma típica Ilha caribeña, é uma ilha bastante pobre e não tem todo aquele luxo que vemos em Cancun, por exemplo. Essa parte mais “popular” desse canto do Caribe, bem da verdade, me encantou muito. A Ilha ainda não é tomada por grandes redes hoteleiras e empresas turísticas, ainda se vê muito o povo local trabalhando no turismo e é um local onde tanto o pobre quanto o rico se dão o direito de viver no paraíso! E em relação à beleza daquele mar e daquelas paisagens…. Não há nada que eu possa falar aqui que represente o quanto é maravilhoso! Tem que ir pra ver!

Nos próximos posts vou relatar de forma bem detalhada o nosso itinerário em cada umas das cidades! E você, já foi para lá? Tem vontade de ir? Conte aqui o que achou!!!

♥♥♥

 Sites consultados

http://passageirodeprimeira.com/classe-executiva-da-avianca-no-b787-sao-paulo-para-bogota/

http://www.colombia.travel/pt/para-onde-ir/caribe/cartagena-de-indias

https://www.penaestrada.blog.br/o-que-fazer-em-san-andres/

http://www.chicoontheroad.com/cartagena-com-bebe/

https://demulheramae.wordpress.com/2016/08/01/viagem-com-bebe-para-bogota-cartagena-e-san-andres-familiamendesprudencioviaja/

http://viajocomfilhos.com.br/2017/08/san-andres-com-criancas-caribe-na-colombia/

http://viajocomfilhos.com.br/2017/07/cartagena-com-criancas/

3 comentários em “Cartagena e San Andrés com bebê”

  1. Olá, tudo bem? Acabei de conhecer seu blog e já estou amando! Estou me programando para ir até Cartagena em Agosto, quando meu bebê terá 1 ano. Vocês fizeram os passeios de lanchas até as Islas ? Não é perigoso para bebê? Já me desencorajaram em vários grupos dizendo que é super perigoso por conta da lancha.. o seu relato vi que é o primeiro positivo! Me conte detalhes se puder. Obrigada – E-mail: thami_frodrigues@hotmail.com instagram @minhavidadethamires

    Curtido por 1 pessoa

    1. Olá Thamires, tudo bem? Que bom que estás gostando do blog! Espero que ajude na tua viagem!!! O passeio que fizemos foi super seguro, mas eu vi que tem umas lanchas que eu não me arriscaria ir, então depende com quem você fechar o passeio. Vou fazer um post detalhado só sobre Cartagena, espero que logo consiga escrever, aí eu detalho bem essa parte dos passeios de lancha, ok? Qualquer dúvida me pergunte!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s