Inglaterra, viagem

Londres no Natal e com criança

Já fazia algum tempo que estávamos planejando uma viagem para a Europa. Tanto eu como meu meu marido já havíamos viajado para lá, mas tínhamos ido separados, quando ainda éramos solteiros, e tínhamos muita vontade de ir juntos, agora com nosso filho, que estava com 2 anos e 11 meses quando fomos.

Logo que voltamos da nossa última viagem já comecei a monitorar os preços das passagens para os destinos que queríamos viajar nos aplicativos Kayak e Passagens Imperdíveis e conseguimos então um preço ótimo para o lugar que nenhum de nós conhecia e que queríamos muito conhecer: Londres. E ainda conseguimos para a época que mais gostaríamos de viajar: Natal, Ano Novo e férias de janeiro.

Compramos as passagens ida e volta para Londres, que era a opção com melhor preço, e a partir daí começamos a planejar nossa Eurotrip. Ficaríamos no total 17 dias por lá, que nos permitiu conhecer bem com calma Londres e Paris, fazer um bate volta para Amsterdam e Bruxelas, além de fazer um tour para o Windsor Castle, Stonehenge e Bath, na Inglaterra. É bem provável que se estivéssemos sem o Marquinho, aceleraríamos o ritmo e conheceríamos mais destinos, mas com criança acho que já foi até bem puxado, com certeza incluir mais destinos seria muito cansativo para ele…

Pra não ficar um post tão longo, dividi esse post em três partes, sendo este sobre Londres e arredores, outro Paris e o último de Amsterdam e Bruxelas.

Londres: 24/12 a 29/12 e 07/01 a 09/01

Chegamos em Londres na véspera de Natal e planejamos ficar ali até o dia 29, pois queríamos passar o ano novo em Paris. Nesses primeiros dias em Londres ficamos hospedados no Holiday Inn Southwark, hotel com ótimo custo benefício e com uma localização excelente, que nos permitiu conhecer grande parte dos pontos turísticos de Londres a pé. Consegui o melhor preço deste hotel com a agência Alternativa Experience, que na maioria das vezes consegue o melhor preço de hospedagem para a gente.

Na noite de Natal fomos caminhando até a região de Southbank, sendo que nossa ceia de Natal foi um hotdog de rua vendo as luzes de Natal na beira do rio Thames, onde ocorre uma tradicional feira de Natal.

É importante saber, que no dia 24 à noite e no dia 25, quase nada fica aberto em Londres, incluindo lojas, atrações turísticas, restaurantes e transporte público. Assim, logo que chegamos em Londres já fomos ao mercado e garantimos lanches e snacks para o dia seguinte, para não correr o risco de não encontrar nada aberto no outro dia.

Como praticamente nenhum transporte público funciona em Londres dia 25/12, percorremos os principais pontos turísticos a pé: London eye, Big ben, Westminster abbey, Buckingham palace e Trafalgar Square.

Big Ben em reforma no fundo

London eye

Westminster Abbey

Buckingham palace

Trafalgar square

Como havia poucos lugares abertos, comemos os lanches que compramos no dia anterior no St. James Park, um dos parques reais de Londres, com uma vista linda da London eye e um parquinho infantil super bacana que Marquinho curtiu muito!

St. James Park

Piquenique no St. James Park

Vista linda da London eye no St. James Park

Dali seguimos caminhando até a St. Paul’s Cathedral e a região do convent garden, que é um bairro super charmoso, cheio de restaurantes, cafés e lojas. Essa região é ótima para comprar as lembranças da cidade.

Marquinho explorando a região da a St. Paul’s Cathedral

No final da tarde (já noite, pois nessa época em Londres 16h já escurece), saímos explorar a Londres iluminada, caminhando ao redor do rio Thames com direção à Tower Bridge, indo à Tower of London e retornando do outro lado do rio Thames para o hotel novamente.Tower bridge

Tower of London

London at night!

Dia 26/12 também é feriado na Inglaterra, o chamado “boxing day”, em que muitos pontos turísticos também estão fechados. É esse dia que abre as grandes ofertas pós-Natal em Londres e pra quem tem paciência e disposição é um excelente dia para as compras da viagem. Como transporte público já funcionava, resolvemos explorar nesse dia a região do Regent’s Park (parque real lindíssimo, como uma área verde e jardins maravilhosos).

Regent’s Park

Do Regent’s Park seguimos para o Sherlock Holmes Museum (um dos poucos abertos nesse dia, e com fila quilométrica), Abbey road (a famosa rua da capa de discos dos Beatles e onde há o abbey road studios), conseguimos umas ofertas ótimas de boxing Day em uma lojinha da Gap no bairro e dali seguimos caminhando até o outro extremo do Regent’s Park, o Primrose hill (ponto alto do Regent’s park onde tem uma vista dos principais pontos de Londres) e finalizamos o dia no excêntrico e alternativo Camden Market, um mercado de rua super legal e alternativo e era o bairro frequentado pela Amy Winehouse, tem até uma estátua linda dela lá no mercado.

Abbey road studios

A famosa rua da capa de discos dos Beatles

Vista fantástica no Primrose hill

Camden Market

Camden Market

No dia 27/12 acordamos cedinho e fomos até a Victoria Coach Station, pois havíamos comprado um tour para Stonehenge que incluía o Windsor Castle (onde foi realizado o último casamento real) e a cidade histórica de Bath. Conseguimos esse tour com a empresa Premium tours pela metade do preço em uma promoção do groupon (ver as ofertas de sites de compra coletiva da cidade do destino que você irá viajar pode economizar uma boa grana em várias atrações). Era um dia bastante gelado e foi bem cansativo (mais de 12 horas de tour) principalmente para o Marquinho, mas valeu muito, muito a pena. Nosso guia era uma figura e explicava tudo super bem! 

Tour de 12h nos arredores de Londres

Primeiramente visitamos Windsor Castle, depois Stonehenge e por últimos fomos a Bath. O Windsor castle é magnífico, há várias partes dentro que podem ser visitadas e tinha uma exposição com as roupas utilizadas no último casamento quando fomos.

Windsor castle

Windsor castle

Stonehenge é um lugar de sonho. Você chega até uma central de turistas e de lá pode ir com um ônibus local até próximo às pedras ou ir caminhando. Quando fomos tinha muita, mas muita gente visitando o local, e para conseguir as melhores fotos, a dica é tirar foto na parte de trás das pedras, onde acumula menos pessoas!

Stonehenge

Marquinho super cansado do tour

Stonehenge

Em Bath já chegamos no final do dia e como Marquinho estava muito cansado, não fomos com o grupo visitar as piscinas romanas, apenas demos uma voltinha para conhecer a cidade, que é um encanto!

Bath

Chegamos em Londres já tarde da noite, muito cansados mas realizados com o passeio que fizemos!

No dia 28/12, já de volta a Londres, fomos caminhando até a St. Paul’s Cathedral, catedral lindíssima onde foi realizado o casamento da Princesa Diana, passando pela região do Tate Modern (bem na frente do nosso hotel) e pelo Shakespeare’s Globe (teatro em que shakespeare se estabeleceu como ator e dramaturgo e onde trabalhou por quase duas décadas).

Shakespeare’s Globe

St. Paul’s Cathedral

Dali pegamos um metrô até Greenwich, onde fomos caminhando até o Greenwich Park, no Royal observatory que, além da vista espetacular de Londres, é no pátio do Observatório (conhecido por Meridian Courtyard) que está a linha do primeiro meridiano, que marca a longitude 0° e é a divisão entre os hemisférios ocidental e oriental. O parque é lindo, com um parquinho para crianças maravilhoso, que Marquinho adorou!

Greenwich Park

Royal observatory

Greenwich Park

Saímos dali e almoçamos no Grenwich Market, um mercado de rua bem bacana com varias coisas legais e bastante opções para comer!

Greenwich Market

Pegamos um metrô e fomos na volta até a Tower of London de onde fomos novamente caminhando até a região do nosso hotel.

Tower of London

Tower bridge

No meio da tarde fomos até a London eye, na qual já havia comprado ingresso antecipado para o passeio na roda gigante, incluindo taça de champagne no Lounge da London eye (comprando os ingressos antecipados, consegue-se um preço bem melhor e ainda pode incluir várias outras atrações e ofertas como essa da champagne).

Lounge da London eye

Vista fantástica da London eye

Da London eye seguimos para o Shrek’s adventure, que é um parque fechado temático com várias atrações interativas sobre o shrek e outros personagens (eu e o Philipe achamos um pouco cansativo, mas Marquinho adorou, principalmente porque conseguiu abraçar o Shrek no final).

Shrek’s adventure

Saímos dali e fomos curtir a feira de Natal que ainda aconteci no Southbank. Comida, bebidas, brincadeiras e artigos típicos de Natal! Os mercados de Natal são uma tradição por toda Europa, e é algo muito bacana de ir nessa época por lá!

No dia 29 fizemos check out no hotel e pegamos um uber até a London St Pancras Int’l, para pegar o trem a Paris pela Eurostar (comprei antecipadamente pelo aplicativo da Eurostar). (O roteiro de Paris está no próximo post). 

London St Pancras Int’l

No trem rumo a Paris!

Retornamos a Londres no dia 7 de janeiro e como ficaríamos poucos dias, preferi ficar em um hotel próximo ao aeroporto de Heathrow. Ficamos no DoubleTree by Hilton London Heathrow Airport, e o hotel era bom, com um café da manhã excelente e todos os dias nos esperavam com cookies quentinhos naqueles dias gelados em Londres, além de ter translado para o aeroporto. Porém a região era muito longe de tudo e para irmos para qualquer lugar tínhamos que pegar um ônibus e mais um trem que não durava menos de 40 min. Além disso, pagamos mais de 30 libras de uber desde a estação de trem ao hotel, que seria o valor semelhante que pagaríamos de um hotel mais central ao aeroporto. Nesse dia ficamos pelo hotel e a noite saímos a pé pelo bairro apenas para comer e com um pouco de medo, pois não parecia uma região muito segura.

No dia 08 havia programado ir até o Kew Gardens (realizar um sonho de engenheira florestal conhecendo o Jardim Botânico de Londres). Porém como era inverno, os horários de funcionamento eram bem limitados e não aproveitaríamos bem, então resolvemos deixar para uma outra oportunidade. Como amanheceu um dia lindo de sol em Londres, pegamos a Piccadilly line até a Russel Square e dali fomos caminhando até o British museum (entrada gratuita – abre às 10:00h). O museu é muito interessante e o Marquinho ficou bem curioso e curtiu bastante tudo que tinha lá dentro!!!

Russel Square

British museum

Marquinho admirado com o museu!

Dali fomos caminhando até a Shaftesbury Ave., uma avenida cheia de teatros, e fomos até a Seven Dials.

Seven dials

Além de ser o nome da confluência de 7 ruas, Seven Dials também denomina uma simpática região conhecida pelas lojas bacanas, brechós, bares e restaurantes.  No centro da rotatória, um lindo relógio de sol, colocado no local originalmente em 1694. No final dos anos 1980, a área foi toda modernizada e o relógio voltou a seu lugar depois de uns anos de ausência. Seguimos até a Leicester Square, a praça onde ocorrem os grandes pré-lançamentos de filmes na cidade e seguimos até Piccadilly Circus, na grande área comercial de Londres. Picadilly circus

Percorremos as várias lojas da região, incluindo uma loja bem bacana de brinquedos, Disney store e encerramos o dia na grande loja de Departamentos Primarck! Realmente os preços é tudo aquilo que se fala, e dá pra perder horas lá dentro. Depois de um longo dia de compras, retornamos para a maratona de retorno ao hotel para mais uma noite de descanso.

Loja de brinquedos maravilhosa na picaddily circus

Nosso vôo de volta para o Brasil era dia 09 as 21h da noite. Então de manhã cedo fizemos o check out no hotel e deixamos as malas guardadas ali para aproveitar ainda o dia em Londres. Fomos diretamente para o Museu de História Natural de Londres, e esse, sem dúvida foi um dos melhores passeios da viagem com o Marquinho! Ele amou tudo, principalmente a parte dos dinossauros. Tinha um trajeto que contava a história e explica as várias espécies que existiram e que o Marquinho pediu para ver duas vezes!!! Realmente foi muito muito bom.

Museu de História Natural de Londres

Museu de História Natural de Londres

Dali seguimos até o Hyde Park, passando pelo Royal Albert Hall, Albert memorial e fomos até o Diane Princess Memorial, que foi uma área dentro do hyde park em memória a Princesa Diana.

Albert memorial

Diana Princess Memorial

O Hyde park é mais um dos parques reais de Londres, com muita coisa legal para ver e fazer, incluindo o Kensington Palace e tem um parque para crianças muito legal, onde passamos horas com o Marquinho.

Hyde park

Hyde park

Dali retornamos caminhando pela região dos museus e seguimos nosso trajeto de volta ao hotel para pegarmos nossas malas e irmos até o aeroporto para retornamos para casa.

Londres foi uma cidade que me surpreendeu muito positivamente. Muitas pessoas que já haviam ido para lá falaram que acharam a cidade meio bagunçada, suja, mas eu simplesmente adorei. Certamente entrou na minha lista de cidades preferidas neste mundo!

Algumas dicas para aproveitar melhor cidade:

Fique hospedado na região turística de Londres, pois grande parte dos pontos estão concentrados e dá pra conhecer muita coisa a pé;

O sistema de transporte em Londres é excelente, e se for ficar vários dias, vale a pena pegar o cartão de metrô, que é válido para todos os transportes e a corrida acaba ficando mais barata;

Se for viajar pra lá no Natal, lembre que dia 25 não funciona transporte público e quase tudo fica fechado. Dia 26 é feriado também, e muita coisa não abre.

Nos próximos posts continuo o relato da Eurotrip, falando do roteiro de Paris e Amsterdam e Bruxelas!

🖤🖤🖤