França, viagem

Ano Novo em Paris com criança pequena

Paris: 29/12 à 01/01 e 03/01 a 07/01

Quando compramos nossa passagem para Londres (roteiro de Londres no post anterior) no fim do ano, tínhamos a certeza de que o ano novo queríamos passar em Paris. Então programamos a ida a Paris desde Londres no dia 29 de dezembro e ficaríamos em Paris até o dia 7 de janeiro. A viagem de trem de Londres a Paris é super tranquila e dura cerca de 3 horas. Quando chegamos na estação Gare du Nord em Paris pegamos um taxi e seguimos até o apartamento que alugamos pelo airbnb na região da Bastilha (esquecemos o carrinho do Marquinho no taxi e o taxista voltou e nos devolveu, super honesto!).

O apartamento que alugamos era excelente! O link dele tá aqui! Pequeninho, mas com tudo que precisávamos e muito bem localizado para nos deslocarmos em Paris. Tinha uma estação de metrô na esquina, ficava há apenas 10 minutos caminhando da estação de trem Gare de Lyon e ainda conseguimos fazer muitos roteiros a pé desde ali! Adoramos ter nos hospedado lá.

Apartamento que alugamos pelo Airbnb

Fachada do apartamento que alugamos pelo Airbnb em Paris

No dia que chegamos, aproveitamos o fim de tarde para explorar a região ao redor do apartamento, ver onde era mercado, lojas, restaurantes, estação do metrô e nos localizarmos com tudo para seguirmos nosso roteiro no outro dia.

Região ao redor do apartamento – Gare de Lyon ao fundo

No dia 30 de dezembro fomos caminhando até a estação Gare de Lyon e pegamos o RER A que vai para Marne-la-Valee-Chessy (Parcs Disneyland – ponto final da linha) para chegar até a disneyland Paris (dura cerca de 1 hora). Felicidade de quem ia ver seus personagens favoritos ❤️

Compramos os ingressos para o parque antecipadamente no Brasil. A Disney Paris está dividida em dois parques: Disneyland Park e Walt Disney Studios Park, e ficam um ao lado do outro, o que permite visitar os dois no mesmo dia.

Disneyland park

Walt Disney studios

Pesquisei bem as atrações dos parques antes para otimizar nosso tempo e aproveitar bem o parque. Se conseguir se planejar bem, é bem possível visitar e aproveitar bem os dois parques em um dia só. Como já havíamos ido para Disney em Orlando, com certeza em Paris é bem diferente, algumas coisas não funcionam bem, como o fast pass, e tem bem menos atrações que Orlando.

No Walt Disney studios é muito bacana a vila do ratatouille e a parte do Toy story! Ficamos um tempão ali e Marquinho curtiu muito!

Parte do ratatoiulle

Encontro com Buzz lightyear

Monstros S.A.

Espaço do Toy story

Trenzinho do Slink

No Disneyland Park tem um passeio de trenzinho e barco que é bem legal de fazer com criança pequena, tem uma atração específica do Buzz lightyear e o mais legal são as paradas da Disney, que consegue ver todos os personagens juntos de uma vez só.

Passeio de barco
Trenzinho
Atração do Buzz
Encontro lindo com a Jessie ❤️
Parada da Disney, é lindo demais!

Foi um dia muito legal, Marquinho adorou, conseguimos ver bastante personagens e foi um dia inteiro voltado para ele! No fim do dia caminhamos um pouco pelas lojinhas que ligam os dois parques (abertos ao público em geral) e pegamos novamente o trem RER A na estação Marne-la-Valee-Chessy que vai para a estação Gare de Lyon em Paris.

Fim do dia na Disney Paris

No dia 31 começamos nosso dia em Paris indo direto para a estação trocadero. Exploramos a região da Torre e fomos caminhando ao redor do rio sena até o Museu do Louvre, onde já havia comprado o ingresso antecipadamente (o que evita uma fila quilométrica)!

Trocadero

Certamente caminhar nesse roteiro é a melhor forma de explorar Paris. Nesse trajeto passamos por vários pontos interessantes, incluindo a praça de la concorde, jardins das tulherias (onde estava ocorrendo um mercado de Natal muito bacana), palais royal e com vistas incríveis do Rio Sena e da Torre Eiffel.

O Louvre foi uma experiência bem cansativa com o Marquinho, ficamos com receio de tirar muito ele do carrinho, é muito grande, muita gente, muita obra valiosa! Foi bem estressante pra ele… Mas mesmo cansativo o museu é incrível, e merece horas de exploração!

Louvre

Marquinho aterrorizando no Louvre

Saímos do Louvre e fomos caminhando pela Champs Elyseé em direção ao Arco do triunfo.

Arco do Triunfo
Região linda de explorar próximo ao arco do triunfo

Dali fomos caminhando até a Pont de Bir-Hakeim, de onde partia um passeio de barco (Le Paris en Scène) que havíamos reservado para passar nossa noite antes da virada! E foi inesquecível!!!

Pont de Bir-Hakeim

Optamos por esse jantar no barco, que era cedo, às 19h da noite, pelo Marquinho. Já havíamos visto relatos da virada do ano em Paris ao redor da Torre ou na Champs Elysée e vimos que não seria legal com Marquinho pelo horário, cansaço e pela agitação da rua. O jantar foi maravilhoso! Compramos antecipadamente direto no site da empresa, e estava incluso um menu completo com uma garrafa de Champagne durante um trajeto lindo pro Rio Sena com a Paris iluminada!

Le Paris en Scène – passeio de barco no rio Sena na noite de Réveillon

Saímos do barco e voltamos para o apartamento, com a vista linda da torre iluminada, e passamos a virada lá no apartamento mesmo, com Marquinho já dormindo, sem a agitação das ruas de Paris!

Dia 01 fomos caminhando desde o nosso apartamento até a Cathédrale Notre-dame (ainda antes do incêndio). A catedral e o entorno dela é lindíssimo e, como em muitos pontos turísticos em Paris, tem um parquinho bem bacana onde Marquinho pode brincar um pouco.

Ali na região tem uma livraria super charmosa, a SHAKESPEARE AND COMPANY e fomos caminhando até chegar no JARDIN DU LUXEMBOURG.

Shakespeare and company

JARDIN DU LUXEMBOURG

Dali seguimos em direção ao PANTHEON (restos mortais de Victor Hugo, Rousseau, Voltaires, entre outros), e essa é uma região super linda e charmosa, até chegar no jardim botânico de Paris, já pertinho do nosso apartamento.

Pantheon

O Jardim botânico é enorme e super bonito, Marquinho se divertiu um monte correndo por lá e ainda aproveitando mais um dos inúmeros carrosséis espalhados pela cidade.

Marquinho solto da vida no Jardim Botânico de Paris

No nosso terceiro dia em Paris (02/01) demos uma pausa na capital francesa e pegamos um trem na Estação Paris Nord até Amsterdam e de lá, no dia 03/01, fomos a Bruxelas. Esse roteiro bate e volta de Paris relatei no próximo post.

No dia 04 de janeiro, já em Paris, depois do bate-volta a Amsterdam e Bruxelas, pegamos o metrô até a TORRE MONTPARNASSE, onde se tem uma vista espetacular de Paris. A entrada custa 15 euros, mas eu achei que vale muito a pena, e ainda estava com uma decoração natalina linda que Marquinho amou.

Mirante na Torre Montparnasse
É ali a torre mãe? ❤️

Dali fomos caminhando pelo charmoso bairro de Montmartre, passando pelo famoso teatro MOULIN ROUGE, pela LE MUR DES JE T’AIME (uma pequena praça com uma parede escrita “Eu te amo” em mais de 250 idiomas) onde também estava ocorrendo uma feirinha de Natal e chegamos até SQUARE LOUISE SAINT MICHEL (tem um carrossel lindo, perfeito para fotos com a Sacré-Coeur de fundo e um parquinho super legal que Marquinho passou um bom tempo brincando).

Moulin rouge
Lê mur des Je t’aime
Parquinho em uma feirinha de Natal
SQUARE LOUISE SAINT MICHEL

Dali subimos até a BASÍLICA DE SACRE-COEUR (Dá para subir os 300 degraus até a cúpula para ver a cidade ainda mais do alto) e seguimos em direção à VIGNE DU CLOS MONTMARTRE (local onde estão plantadas as videiras mais antigas de Montmartre) pegando o metrô para retornar ao apartamento na estação Lamarck-Caulaincourt. Nessa estação de metrô foi gravado cenas do filme Bastille e O Fabuloso Destino de Amelie Poulain.

A belíssima BASÍLICA DE SACRE-COEUR

Vista linda da basílica

VIGNE DU CLOS MONTMARTRE
Pelas ladeiras de Montmartre
Estação Lamarck-Caulaincourt

Deixamos o dia 05 de janeiro para algumas compras na região central de Paris, começando pela famosa Galerie Lafayette (pegamos o RER A na Gare du Lion a estação Auber).

Percorremos a galerie e outras lojas famosas na região, passamos pelo prédio lindíssimo da Ópera de Paris e descemos caminhamos a Boulevard Haussman (há várias lojas e restaurantes nessa região) em direção ao MARCHE DES ENFANTS ROUGES (mercado mais antigo de paris). O mercado é bem pequeno e com pouca variedade de coisas, mais produtos frescos como verduras e frutas. Esperava encontrar mais coisas tradicionais, mas é legalzinho.

Opera

MARCHE DES ENFANTS ROUGES

Seguimos caminhando em direção à BHV MARAIS (loja de departamentos com 7 andares, onde é possível encontrar de tudo, porém não achamos os preços nada atrativos), e dali seguimos caminhando até a praça da bastilha, já próximo do nosso apartamento, encerrando mais um dia de longas caminhadas!

No domingo, 06 de janeiro, havíamos programado de ir a Versailles (o 1º domingo do mês de novembro a março é gratuito o acesso a versailles e outros museus de Paris). A ideia era ir até até a estação Gare d’Austerlitz, pegar o RER C e descer na estação Versailles Château-Rive Gauche. Porém esse era o nosso último dia em Paris e estávamos bem cansados, principalmente o Marquinho. Então resolvemos ficar por Paris e fazer um passeio mais leve e interessante para o Marquinho também. Então fomos primeiro até o Musée de l’Armée e Invalidés.

Invalidés

Dali fomos caminhando até o Champ de Mars, que é aquele jardim e parque lindíssimo aos pés da torre eiffel. Champ de mars é imperdível de ir com crianças, pois além de um espaço enorme para eles correrem, tem um parque muito bacana e um carrossel super antigo com a vista linda da torre. As crianças se divertem e a gente ainda curte a vista maravilhosa! Com certeza um dos melhores lugares para estar com crianças em Paris.

De lá seguimos caminhando em direção ao Jardin des Tuileries, onde estava acontecendo o mercado de Natal que já havíamos visitado no dia 31, mas que retornamos com mais tempo para aproveitar com o Marquinho as diversas atrações, comidas típicas e vários brinquedos que ele pode se divertir muito.

Depois de um dia mais leve e voltado especialmente para o Marquinho, voltamos ao nosso apartamento para arrumar as malas e celebrar a nossa última noite em Paris.

No dia 07 de janeiro por volta das 09:30 da manhã pegamos um Uber (em torno de 14 euros) até a Gare du Nord para pegar o trem a Londres e continuar nosso roteiro por lá, como já descrito no post anterior. Dessa vez passamos um perrengue na imigração, Marquinho estava super nervoso, pelo cansaço de toda viagem e a mulher na imigração não estava com muita paciência pra choro de criança e ainda estava duvidando que estávamos indo para Londres para pegar nosso voo de volta para o Brasil. No final deu tudo certo!

Paris foi sem dúvida nenhuma uma experiência encantadora e o que mais achei interessante foi a possibilidade de combinação de atrações para nós com o Marquinho, pois sempre próximo ou junto a um ponto turístico, há uma área para lazer das crianças também. Foi espetacular!

🖤🖤🖤